Pesquisar

 
Vale de Figueira

Situada em pleno Vale do Douro, a freguesia de Vale de Figueira pertence ao concelho de S. João da Pesqueira, no distrito de Viseu, dista cerca de 13 Km da sede de concelhia e ocupa um território de 1.039 ha.
De origem castreja, Vale de Figueira foi povoada e tributada pelo mesmo foral de S. João da Pesqueira e, a nível eclesiástico, esteve subordinada à Igreja de Vilarouco que apresentava o cura (pároco).
Composta pelos lugares de Vale de Figueira, Vale de Vila, Ôlas, S. Xisto e Ferradosa, mantém-se nestas terras a típica tipologia de casas de xisto, num harmonioso encontro com a paisagem.
Situada na rota do vinho e das amendoeiras, o sector primário desempenha ainda um papel importante na economia de Vale de Figueira. A preponderância da produção vinícola reflecte-se também no sector secundário. Na realidade, a principal actividade industrial geradora de emprego, é o fabrico de vinhos generosos e finos, nomeadamente o afamado Vinho do Porto.
Ferradosa, foi em tempos uma movimentada estação de caminho de ferro da linha do Douro e um importante porto fluvial, servindo o abastecimento e o escoamento de produtos relacionados com o vinho, tendo agora sido convertida num complexo turístico.
No que se refere às acessibilidades e meios de transporte rodoviários, os habitantes da freguesia dispõem de uma estrada nacional (EN 322-3) a menos de 5 Km de distância, duas praças de táxis e carreiras de transportes públicos, não diárias, que se efectuam regularmente.

Património
Os principais exemplares de património histórico são a Igreja Matriz, a Capela de Xisto e a Capela de Santa Bárbara.
No entanto, a grande riqueza local, o enorme potencial turístico da freguesia e da sua população reside nos seus valores ambientais e no património natural e paisagístico.
Exemplo disse é o lugar de S. Xisto. Com as típicas casas de xisto, foi considerado Turismo de Aldeia. O lagar de azeite, existente neste lugar, está a ser recuperado pelos seus proprietários.

Miradouros
Os miradouros de Ôlas, da Ferradosa, de Santa Bárbara e da Quinta de Vargelas oferecem aos seus visitantes belas paisagens panorâmicas, povoadas por vinhas e amendoeiras.
Sendo eminentemente agrícola, a freguesia de Vale de Figueira é detentora de um ambiente em que ruralidade é marcante e sedutora e em que a presença do Rio Douro, com as suas belezas ribeirinhas proporcionam a prática de actividades de caça e pesca desportivas, como as existentes no lugar da Ferradosa, que juntamente com o seu complexo turístico, constituem aspectos de inegável valor.

Padroeiro
A padroeira de Vale de Figueira é Nossa Senhora do Rosário, festejada anualmente em Agosto. Faz-se, nesta freguesia, uma romaria a Santa Bárbara, em fins de Maio. No lugar de Ôlas festeja-se o Santo António, nos dias 17 e 18 de Junho. Nossa Senhora de Fátima é festejada no lugar de Vale de Vila, no segundo fim de semana de Agosto.

Gastronomia
Os pratos característicos de Vale de Figueira são o cabrito e o cordeiro assado no forno, o bacalhau assado com batatas a murro, os peixes do rio (barbos, bogas, carpa, achegã, percas, de caldeirada ou de escabeche) e os enchidos (alheiras, moiros de sangue e chouriças de carne).
A maior parte dos produtos agrícolas durienses, como as maçãs, laranjas, azeitonas, favas, etc..., têm um sabor excelente. Como petisco não deixe de saborear uma deliciosa bola de carne.

Mapa